Inconfidentes implanta Plano Municipal de Saneamento Básico

Criado: Quinta, 14 Mai 2020

IMG 1800O Prefeito Municipal de Inconfidentes, Décio Bonamichi, sancionou, ontem (13/05), a Lei Nº 1.368/20, que aprova a implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) em Inconfidentes.

O PMSB tem como base 4 eixos temáticos, que regem as diretrizes a serem seguidas nos próximos 20 anos, sobre as maneiras de conduzir as ações ligadas à Água Potável, Esgotamento Sanitário, Drenagem Pluvial e Resíduos Sólidos no Município.

Outro ponto que merece destaque é que o Plano de Saneamento Básico é responsável por nortear os projetos de loteamentos futuros, que deverão se adequar às normas e diretrizes previstas nele.

“O meio ambiente é um assunto que devemos olhar sempre com bons olhos e procurar as melhores ações para que possamos garantir um desenvolvimento adequado para Inconfidentes. Então, esse Plano de Saneamento Básico não podia mais aguardar para ser feito. Muito pelo contrário. Inconfidentes precisava há tempos de um plano que pudesse nortear nosso município em relação a resíduos, esgoto, drenagem e água, além de outros pontos abordados. Por isso é tão importante que esse plano exista e seja seguido por todos”, afirmou o Prefeito Décio Bonamichi. 

A elaboração do PMSB teve duração de 6 meses e contou com diversas etapas, incluindo coleta de dados, diagnósticos, prognósticos e hierarquização de problemas. O desenvolvimento do plano foi conduzido pelo Superintendente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Ambiental Sustentável (CIDAS), Nelson José Antônio, e contou com a participação também de servidores da Prefeitura Municipal, professores do IFSULDEMINAS - Campus Inconfidentes, Câmara Municipal, Associações de Bairro e comunidade.

Estação de Tratamento de Esgoto

O próximo passo a ser dado é implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), em Inconfidentes. No mês de setembro de 2019, o Município foi contemplado, pela FUNASA, com um projeto, no valor de R$ 173 mil, desenvolvido pela empresa ESSE Engenharia. 

De acordo com o projeto, o valor total para instalação da Estação é de R$ 6 milhões. O município aguarda, agora, recursos que viabilizem essa construção.