WhatsApp Image 2021 10 08 at 15.34.37 1

 As integrantes do projeto MOÇAS (Mulheres Organizadas Crochetando Autonomia) promovem, entre os dias 07 e 12 de outubro, uma feira de artesanato com peças feitas em crochê. As participantes confeccionaram tercinhos, imagens da Virgem Maria, chaveiros, setas, mandalas e filtros dos sonhos.

O objetivo é vender o crochê para os peregrinos que estão caminhando rumo ao Santuário Nacional de Aparecida, para comemorar o Dia da Padroeira do Brasil, no próximo 12 de outubro. Por isso, uma tenda foi montada na entrada da Avenida Alvarenga Peixoto, para quem chega pela “Estrada Velha de Ouro Fino”.

Uma das participantes do projeto é Ana Maria Bueno. A dona de casa participa do MOÇAS, desde a inauguração do projeto, em 2019. “É muito bom fazer o que gostamos. Começar a fazer uma peça e ver o nosso trabalho concluído e valorizado, não tem preço”, disse Ana Maria, enquanto aguardava a chegada dos peregrinos.

Cerca de 15 mulheres participam da iniciativa que conta com a parceria entre a Prefeitura Municipal de Inconfidentes, por meio do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e o Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS-Campus Inconfidentes).

De acordo com a coordenadora do projeto, professora Paula Inácio Coelho, a iniciativa tem provocado experiências de troca de saberes. “Além disso, promove a convivência, e uma vivência afetiva e criativa. Elas são valorizadas porque mostram seus talentos e recebem o reconhecimento dos turistas”, explicou a educadora.